Cases

Cotidiano

Educação

Pratas da Competência

Profissional

Home » Cargos, Profissional

Nutricionista – série: A importância das profissões

Escrito por Enio Resende em segunda-feira, 25 maio 2009Sem comentarios

nutricionistaEste é o primeiro artigo sobre as profissões que vamos – na Oficina de Competências – destacar neste site. Profissões que a sociedade talvez não tenha aprendido ainda a perceber toda sua importância e a valorizá-la devidamente. Até porque algumas são profissões mais novas, surgidas com a evolução da sociedade e das organizações.

A sociedade valoriza mais – e com muita razão – as profissões de Médico, Advogado e Engenheiro, num primeiro bloco, vindo Dentista, Psicólogo, Economista e Administrador num segundo bloco. São profissões que tiveram, as do primeiro bloco, e têm, as do segundo bloco, mais oportunidades de marcar presença na sociedade.

Com a evolução das ciências e das tecnologias, e porque as organizações estão sabendo melhor utilizá-las, e as comunicações sabendo melhor divulgá-las, outras profissões deverão valorizar-se gradativamente. Mas isto pode levar tempo. Razão pela qual a Oficina dá sua contribuição para acelerar esse processo.

Começo, com este meu objetivo, por destacar a profissão Nutricionista, uma das que compõem a área mais abrangente de Nutrição. E por que esta profissão merece ser mais valorizada? Porque ela tem mais impacto e influência na nossa vida do que imaginamos. Especialmente nos aspectos da saúde e da satisfação ou prazer de viver.

Atuando como Consultor em mais de uma centena de organizações que possuem refeitórios para os seus empregados, tenho observado valores na profissão de Nutricionista nem sempre percebidos pelas pessoas.

A grande maioria das organizações de médio e grande portes, em todas as áreas, produzem e servem alimentos: indústrias, comércios, hospitais, hotéis, escolas, centros de pesquisas, academias, órgãos de governo, entidades públicas, quartéis militares, navios, construção de obras, entidades de assistência social, etc.

Com a gradativa evolução cultural da sociedade – muito ajudada pelos meios de comunicação cada vez mais presentes em nossas vidas – as organizações, as famílias e as pessoas passam a se informar mais sobre as coisas que envolvem ou impactam suas vidas. Passam a se interessar mais por questões de saúde, de desenvolvimento físico e intelectual, por melhores formas de lazer. Observemos como tem crescido a quantidade de revistas especializadas e programas de rádio e TV que tratam de assuntos de interesse humano e social. E observemos como estas mídias incluem em suas programações assuntos de alimentação e nutrição.

E não é sem razão. A alimentação é parte fundamental na vida das pessoas porque tem a ver com sua sobrevivência, saúde e prazer físico e psicológico. Aos poucos as mídias vão descobrindo a importância de tratar dessas várias maneiras de relacionar a alimentação com aspectos da vida das pessoas. E com presença cada vez maior de especialistas em Nutrição.

Na visão restrita desta profissão, as Nutricionistas são predominantemente técnicas em orientação de preparo de alimentos e de adequação de seu consumo. Mas na função de responsáveis pelos restaurantes e/ou refeitórios de tantas e importantes organizações, acabam incorporando funções e papéis de liderança, funções de administradores de estoques de alimentos, funções de promotoras de eventos, etc., devendo incorporar diversas responsabilidades importantes e desenvolver e aplicar competências e habilidades extras. Por exemplo, competências organizacionais, competências de logística, competências recreativas, competências de comunicação, competências didáticas, etc.

A atuação das Nutricionistas se expande gradativamente. Elas estão cada vez mais presentes em nossas vidas, porque estão (ou deveriam estar) presentes em todos os lugares onde se preparam refeições, porque elas contribuem para o atendimento melhor às nossas necessidades vitais, porque contribuem direta ou indiretamente para nossa crescente busca de melhoria e prolongamento de vida. Porque contribuem para uso cada vez mais econômico e racional dos produtos e dos recursos envolvidos, por que não dizer.

Embora tenha destacado a função específica de Nutricionista, pelas razões acima explicadas, cabe fazer menção às outras profissões voltadas para as ciências e técnicas de Nutrição como, por exemplo, o Engenheiro de Nutrição, o especialista em Gastronomia, etc.

Ficaremos felizes, voltando agora à equipe da Oficina, se pudermos contribuir para um crescente reconhecimento da importância desta profissão.

Faça um comentário !

Faça seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar via RSS.

Seja gentil. Coerente. No spam.

Você pode usar estas tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Este é um Gravatar-enabled weblog. Para ter o seu próprio Avatar, por favor registre em Gravatar.